Professor encontrado morto em apartamento de Caxias será sepultado no sábado

O professor de história do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) André Luiz Portanova Laborde, 36 anos, será sepultado, neste sábado, às 9h, no Cemitério Ecumênico de Rio Grande, cidade natal dele. Laborde morava em Caxias do Sul, onde lecionava no campus do IFRS desde 2010, e foi encontrado morto em um apartamento de um prédio do bairro De Lazzer, na região oeste da cidade, na noite desta quinta-feira.

No mesmo apartamento foi encontrado morto também o cozinheiro João Storani, 30 anos. Alunos do professor dizem que ele e Storani tinham um relacionamento há, pelo menos, dois anos. O Instagram de Laborde tem registros dos dois juntos desde dezembro de 2015. A foto mais recente foi postada em 27 de dezembro de 2017. 

Conforme os relatos dos alunos, eles frequentavam eventos juntos e Laborde convivia com o filho de Storani, de cinco anos, o que pode ser verificado nas fotos.

Storani será sepultado em Gravataí, sua cidade de origem, na tarde desta sexta-feira.

A  Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD) trata o caso como homicídio seguido de suicídio. 

Leia também:
Autor dos disparos recarregou a arma, diz polícia sobre mortes em apartamento em Caxias 
Cozinheiro encontrado morto em apartamento em Caxias estava desaparecido
IFRS decreta luto de três dias após professor ser encontrado morto em apartamento em Caxias
Identificados os homens encontrados mortos em apartamento em Caxias  

Let’s block ads! (Why?)

Últimas Notícias – Polícia – Pioneiro

Related posts