03 dicas para atuar na advocacia extrajudicial!

1) A mudança deve acontecer de dentro para fora!

Fomos educados para litigar. Portanto, antes de atuar de forma não litigiosa, você precisa desconstruir muitas bases da formação.

2) Invista em você!

O conhecimento do direito material e processual do caso em que for atuar de forma extrajudicial não é o suficiente.

Você precisa adquirir novos conhecimentos, como os de oratória, persuasão, negociação, inteligência emocional e psicologia.

3) Seja criativo!

As demandas para a advocacia extrajudicial nem sempre são óbvias.

Identifique oportunidades de atuação e mostre para o seu potencial cliente que você pode auxiliá-lo em áreas que não imaginava.

Judiciário não é sinônimo de justiça! Existe um mundo de oportunidades para a advocacia extrajudicial. Experimente!

Let’s block ads! (Why?)

Jusbrasil Notícias

Related posts