06/11/2017 17:16 – Organizada do Internacional é suspensa preventivamente

Organizada do Internacional é suspensa preventivamente

A torcida organizada do Internacional Nação Independente está suspensa por até 90 dias, por determinação do Juiz Marco Aurélio Martins Xavier, do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE) de Porto Alegre. A medida cautelar atende pedido do Ministério Público (MP), que identificou integrantes do grupo em confusão na arquibancada do Beira-Rio na última sexta-feira, 3/11, durante jogo do colorado contra o CRB/AL, válido pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Durante o período de suspensão, a Nação Independente fica proibida de usar instrumentos e ostentar elementos que a identifiquem. Além disso, o Internacional deverá bloquear subsídios e trancar o acesso dos integrantes no controle biométrico.

Suspeita de roubo

Ao solicitar a suspensão, o representante do MP baseou-se em imagens cedidas pelo clube. Tudo teria começado com uma torcedora sendo agredida por outra, na arquibancada inferior (próximo ao portão 3). Na sequência, mais torcedores, inclusive integrantes da organizada, teriam se juntado à confusão. A suspeita de tentativa de roubo contra um homem, e denúncia de que um funcionário (steward) do clube portasse uma faca serão apuradas.

O Juiz Martins Xavier disse que as imagens evidenciam atos de violência por parte de associados da Nação Independente, atitude que qualifica reprovável e direcionada a pessoas claramente inferiorizadas em número. Acrescentou que a medida cautelar atende a um protocolo do JTGE, visando neutralizar o funcionamento do grupo até que sejam apuradas as responsabilidades individuais.

Em relação à briga inicial, o magistrado determinou que a agressora se apresente a uma delegacia nas próximas oito ocasiões em que o Internacional jogar.

Em outra ocorrência, um torcedor foi apanhado com porção de maconha. Ele fica obrigado a participar de oito sessões de grupo de ajuda a narcóticos e se apresentar a uma delegacia por um jogo. Um terceiro registro foi arquivado, depois que homem agredido retirou a queixa contra o agressor.

Furto

Ainda no dia 3, o Juiz atendeu a pedido do MP para suspender das arquibancadas por 90 dias (com presença em delegacia) um suspeito de furtar um celular. O fato ocorreu em 28/10, no estádio colorado, durante jogo contra o Ceará/CE. Imagens revelariam o ato.

Na Arena

Uma única ocorrência por posse de drogas (maconha) foi registrada na Arena, neste domingo (5/11), durante o confronto ente Grêmio e Flamengo/RJ, pelo Campeonato Brasileiro. O envolvido, sem direito à transação penal, aceitou a proposta de suspensão condicional do processo por dois anos, tempo em que terá de comparecer mensalmente ao Juiz para comprovar suas atividades.  

EXPEDIENTE

Texto: Márcio Daudt

Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend

imprensa@tj.rs.gov.br 

 

Let’s block ads! (Why?)

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul

Related posts