13/09/2017 14:19 – Júri de dupla envolvida em guerra de facções será na próxima semana

Júri de dupla envolvida em guerra de facções será na próxima semana


(Imagem meramente ilustrativa)

No dia 19/9, às 9h30min, ocorrerá o júri popular de Jackson Peixoto Rodrigues – conhecido como Nego Jackson, e William Fernandes Carvalho, vulgo Barbie. Os dois são acusados de  tentativa de homicídio contra Diego Mendes Rodrigues, ocorrido em março de 2014.

Segundo a denúncia, o homicídio ocorreu devido a brigas pelo ponto de drogas da Vila Jardim. Ambos os réus são integrantes da facção criminosa Anti-Bala.

O julgamento será presidido pela Juíza de Direito Cristiane Busatto Zardo, da 2ª Vara do Júri da Capital, no plenário do 6º andar do Foro Central I (Rua Márcio Veras Vidor, n°10). Jackson encontra-se recolhido no Presídio Federal de Porto Velho/RO e William no Presídio Estadual de Charqueadas/RS.

Fato

Jackson (na época com 31 anos) e William (20 anos) são acusados de, na manhã do dia 14/3/14, desferir diversos tiros, de dentro de um automóvel, contra Diego Rodrigues. A vítima caminhava na Rua Carlos Salzano Vieira da Cunha, Bairro Parque do Arvoredo, em Porto Alegre. No momento do tiroteio, alguns vizinhos estavam na calçada, o que gerou pânico e correria. Após, os criminosos fugiram.

Cadastro Imprensa

Jornalistas interessados em cobrir o julgamento devem se credenciar previamente com envio de e-mail imprensa@tj.rs.gov.br até às 12h do dia 18/9 para reserva de lugares.

Deve ser informado o nome do veículo de comunicação e da equipe que comparecerá.

Deverão ser observadas as seguintes regras em plenário:

Não será permitido o registro de imagens no início da sessão pois haverá sorteio de jurados e leitura de peças   É vedado fazer imagens dos jurados Os réus só poderão ser filmados ou fotografados se autorizarem as imagens Fica autorizado filmar os debates do Ministério Público Apenas poderá permanecer para acompanhar o julgamento um Jornalista por veículo, pois as vagas no local são limitadas Não é permitido usar celulares para fazer registros de áudio ou imagem após os 15 minutos iniciais. Os equipamentos eletrônicos podem ser utilizados apenas para transmitir informações em texto É vedado o uso do áudio em reportagens/notícias/informações a serem veiculadas Entrevistas deverão ser feitas fora da sala de julgamento, de modo que não atrapalhem o andamento dos trabalhos

Processo 001/21500101158


EXPEDIENTE
Texto: Fabiana de Carvalho Fernandes
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tj.rs.gov.br 

Let’s block ads! (Why?)

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul

Related posts